A chave do passado

Depois de procurar em muitos livros, músicas e filmes, finalmente concluí que a chave de minha vida são minhas lembranças e o que faço com elas. Há muitas lembranças que não me agradam, mas, ao contrário do que Tolkien já disse, não são o momentos tristes que realmente ficam e contam boas histórias, os momentos felizes estão mais presentes se quiser estejam. O tempo é justo, passa igual para todos e tudo. Alguns não o veem como um amigo, por que não é conveniente, e outros o veem como um cruel carrasco, minando cada segundo de suas vidas sem retorno. Quando acordo pela manhã eu escolho o que quero fazer e como vou gastar o tempo do dia que começa. Ontem terminou o feriado aqui, e alguém me disse ‘De volta à rotina’, eu disse sem pensar muito: ‘Sem rotina pra mim essa semana’.
O que quero é que minha semana seja realmente minha.

Anúncios