Flamboyant – Silvio Caldas

Sempre gostei de música velha e essa nunca encontrei a letra escrita na Internet. Portanto, transcrevi a versão gravada em disco de cera de carnaúba de 1953 e publico aqui.

 

Flamboyant

Silvio Caldas (1953)

A viver festivamente a alegria de um momento

no carmim lilás das flores

no tocar de leve o vento.

Flamboyant eu te contemplo

no bailar das tuas flores,

no enfeitar a minha rua

rua dos meus amores.

Flamboyant a cair, a cair,

a espalhar pétalas no chão

flamboyant o teu destino é igual ao meu

a cantar o que vem do coração.

Flamboyant, a cair, a cair.

A espalhar pétalas nos chão.

Flamboyant o teu destino é igual ao meu,

a cantar o que vem do coração.

Anúncios